CantOrfeu
Neste espaço se divulga a actividade do grupo restrito CantOrfeu.
20 de Janeiro de 2012


Quem vive a ruminar sabedoria
e defecar cultura e erudição...
Quem vive a esputar a pretensão
de ser maior do que a maioria...

Quem vive a dar quinau em Salomão,
em Sócrates, Platão, José, Maria...
Quem vive a exaltar a própria cria
como se fosse a única lição...

Quem vive a ultrajar a poesia
que há numa palavra de carinho...
Quem vive a espalhar pelo caminho
o preconceito, algoz da utopia,

há de amassar o pão de cada dia
com algum verme, até morrer sozinho.




publicado por Do-verbo às 08:19 link do post
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
21
24
25
26
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Não sei se entendo . É o meu nome que não está bem...
E como é que V., meu, talvez, amigo incógnito, cha...
A figura é de Demóstenes.Abraço.J-A
Muito obrigado J Augusto .Quem é o grego ?Se é o S...
Caro Geraldes,é um poema magnífico!!!!!Muitos abra...
Está muitíssimo bem, excepto o nome...Geraldes de ...
já te disse tudo - na altura e até agora - sobre e...
só posso deixar um beijo.
um retrato bem marcado de um funeral nos idos de i...
Belíssimo, não me canso de o reler.Bjs
blogs SAPO